quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Texto Refexivo para Reunião de Pais e Mestres O nó do Afeto

Texto Refexivo para Reunião de Pais e Mestres O nó do Afeto

Eloi Zanetti

         Era um reunião numa escola. A diretora incentivava os pais a apoiarem as crianças, falando da necessidade da presença deles junto aos filhos. Mesmo sabendo que a maioria dos pais e mães trabalhava fora, ela tinha convicção da necessidade de acharem tempo para seus filhos.

         Foi então que um pai, com seu jeito simples, explicou que saía tão cedo de casa, que seu filho ainda dormia e que, quando voltava, o pequeno, cansado, já adormecera. Explicou que não podia deixar de trabalhar tanto assim, pois estava cada vez mais difícil sustentar a família. E contou como isso o deixava angustiado, por praticamente só conviver com o filho nos fins de semana.
         O pai, então, falou como tentava redimir-se, indo beijar a criança todas as noites, quando chegava em casa. Contou que a cada beijo, ele dava um pequeno nó no lençol, para que seu filho soubesse que ele estivera ali. Quando acordava, o menino sabia que seu pai o amava e lá estivera. E era o nó o meio de se ligarem um ao outro.
         Aquela história emocionou a diretora da escola que, surpresa, verificou ser aquele menino um dos melhores e mais ajustados alunos da classe. E a fez refletir sobre as infinitas maneiras que pais e filhos têm de se comunicarem, de se fazerem presentes nas vidas uns dos outros. O pai encontrou sua forma simples, mas eficiente, de se fazer presente e, o mais importante, de que seu filho acreditasse na sua presença.
         Para que a comunicação se instale, é preciso que os filhos ‘ouçam’ o coração dos pais ou responsáveis, pois os sentimentos falam mais alto do que as palavras. É por essa razão que um beijo, um abraço, um carinho, revestidos de puro afeto, curam até dor de cabeça, arranhão, ciúme do irmão, medo do escuro, etc.
         Uma criança pode não entender certas palavras, mas sabe registrar e gravar um gesto de amor, mesmo que este seja um simples nó.
E você? Tem dado um nó no lençol do seu filho?

11 comentários:

  1. Entreguei uma cópia deste texto para os pais na última reunião de entrega de avaliações do primeiro semestre!

    Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao pesquisar por texto para reflexivo para reunião de pais e mestres encontrei este o nó do afeto, que com certeza vai mim ajudar muito nesta reunião,pois é tudo que preciso para mostrar aos pais o quanto é importante a presença dos pais na vida escolar de um filho, e especialmente quando ele ainda está no ensino infantil. Obrigada Valéria Pires

      Excluir
  2. gostei muito do texto, e aqui me vi como educadora e como mãe, principalmente como mãe que tenho uma vida corrida, porém sempre estou a dar o nó no lençou.

    ResponderExcluir
  3. Muito emocionante este texto GI, vou leva-lo a reunião agora no retorno das aulas,muitos dos meus pais estão precisando de refletir sobre a ausência na escola e até mesmo a falta de carinho e incentivo,obrigada,eu ainda não havia encontrado !!!

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo!!! Emocionante... Adorei... Parabéns...

    ResponderExcluir
  5. REALMENTE ESTE TEXTO DÁ UM NÓ MAS NA GARGANTA DE NÓS MÃES QUE SOMOS PROFESSORAS E QUE MUITAS VEZES TEMOS QUE LARGAR NOSSO FILHOS PARA CUIDAR DA EDUCAÇÃO DOS FILHOS DOS OUTROS...MAS A RECOMPENSA É BOA..VALE A PENA!

    ResponderExcluir
  6. Qual lembrancinha podemos oferecer aos pais relacionados a esse texto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flor, uma mini almofadinha em um chaveiro com um cartãozinho seria bacana!

      Excluir

Complemente esta postagem com suas sugestões. É sempre muito interessante enxergar outras formas de aplicação de determinada proposta ou os muitos pontos de vista de nossas leituras e reflexões.
Esperamos ansiosos sua colaboração!

Pesquisa Ideia Criativa mais de 20.000 sugestões

Esta é a forma mais fácil de encontrar o que você procura neste site.
Basta digitar a palavra e pesquisar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...