terça-feira, 2 de outubro de 2012

Reflexão sobre o Dia das Crianças e a ideologia do brinquedo


 Gostaria de abrir esse post propondo uma breve reflexão.
Pode um brinquedo ser prejudicial à uma criança?

Estamos em um daqueles meses em que o consumismo é incentivado não apenas na sociedade e na mídia, mas no meio escolar. 
Ficamos de pés e mãos atadas quando percebemos que as crianças estão a espera de um brinquedo dos sonhos caro e carregado de uma ideologia burguesa.
As pesquisas comprovam que as meninas preferem bonecas loiras de olhos azuis, isso é fato comum mesmo entre crianças com traços totalmente diferentes. Acreditamos que isso seja fruto da ideia disseminada de padrão de beleza pela mídia televisiva e desenhos infantis ao longo do tempo.

O fato é que, o brinquedo em si não prejudica a criança, sim o apelo da mídia e a aceitação desse apelo pelos pais que leva as crianças a se tornarem , desde muito cedo, consumistas em potencial, não preocupadas mais com o que realmente lhe é útil, lhe dá prazer , mas com o que ele tem que o colega não pode ter.
É cada vez mais comum crianças com uma verdadeira brinquedoteca dentro de casa sem saber ao certo como brincar.

Muitos devem se perguntar , por qual motivo vêm a tona esse assunto através de meu post hoje.
Bem, sou profunda observadora do meio escolar e não tenho visto com bons olhos a forma como tratamos as datas comemorativas, principalmente aquelas em que o consumismo é de certo modo exagerado como: Páscoa, Dia das Crianças, Natal...
Em uma de minhas conversas no mês de Páscoa escutei o relato de uma professora que dizia:

A aluna X, chegou até os coleguinhas na Segunda- Feira e perguntou:
_ Que ovo você ganhou ontem?
Isso com um ar de quem se sente superior pelo presente recebido e deseja expor sua superioridade de criança que pode ter.
Os colegas começaram a  relatar que ganharam um ovo médio e outros que não ganharam nada. Ao que a criança respondeu:
- Quem manda ser pobre. Pois, eu ganhei um da Moranguinho desse tamanho ( e mostrava a grandiosidade de seu presente para os colegas).
A professora teve que fazer a intervenção direta e abrir roda de conversa com os colegas para tratar das questões do ter e do ser, do que meu pai tem ou não tem condições de comprar.
Essa fala me deixou inquieta e gostaria de dividí-las com vocês hoje para que possam em reuniões de pais e mestres alertarem aos pais sobre a ideologia que estão passando ao tratar seus filhos como verdadeiros príncipes e princesas. Em como estão, em nome do ter menosprezando o ser e em como essa postura futuramente será nociva na vida de seus filhos Mas até que ponto presentar as crianças com brinquedos ofertados na mídia é prejudicial? 
Pode um brinquedo ser prejudicial à uma criança? 
Devemos presentear com livros? Roupas seriam mais úteis?
Acredito que o grande prolema não esteja no " o que", mas no "como". É a postura daquele que presenteia e a forma como transmite isso para a criança que relamente importa.

De acordo com CUNHA 1992:


Os brinquedos são convites para a interação; portanto, devem merecer nossa atenção especial. Eles podem seduzir, disseminar ideologias, introduzir bons ou maus hábitos e desenvolver habilidades. Certamente os brinquedos também podem ser ótimos recursos pedagógicos CUNHA (1992)
É , portanto, essencial que o adulto tenha em vista não apenas o brinquedo que será oferecido, mas a ideologia presente nele e em como vem tratando a questão com a criança, não apenas no mês de Outubro, mas em sua caminhada infantil.
É necessário também compreender qual tipo de brinquedo é adequado para cada fase da vida da criança e como ele pode auxiliar em seu desenvolvimento físico e motor.
No site Guia do bebê encontramos excelentes indicações que podem ser lidas e auxiliarão os pais no momento da escolha do brinquedo para seu filho de acordo com a faixa etária.




Escolha o melhor brinquedo tendo em vista mais do que a ideologia e os padrões impostos pela elite e mídia televisiva. Invista no desenvolvimento pleno de seu filho ou aluno.

7 comentários:

  1. caros colegas o dia das crianças esta chegando e vai ai uma dica...

    ResponderExcluir
  2. MUITA BOA ESSA POSTAGEM NOS LEVA A REFLEXÃO SOBRE O NOSSO PAPEL COMO EDUCADOR E COMO MÃE TAMBÉM.

    ResponderExcluir
  3. muito boa a postagem poir esse periodo é bem dificil para as crianças

    ResponderExcluir
  4. gi foi muito engraçado, ao ler essa postagem meu filho de 4 anos que eu acreditava não ligar muito para esse tipo de brinquedo que aparece na imagem, pediu um, disse"mãe eu quero um desse brinquedo, a senhora dá pra eu", foi legal, mais expliquei a ele que era caro disse que agora não podia comprar, como nossa relação sempre foi muito transparente e com muito dialogo, ele aceitou e perguntou, "quando a senhora puder, compra".

    ResponderExcluir
  5. muito boa sua colocação, eu mesma já vi muitas cenas como esta, e o pior que já vi até mães falando igual as crianças....isso se aprende em casa...boa dica falar sobre isto nas reuniões de pais.

    ResponderExcluir
  6. Ótimo texto.O dia das crianças é bem significativo para elas e um pouco diferente do que significa para nós, mais velhos.Devemos retomar com eles a essencia do que é ser criança.

    ResponderExcluir

Complemente esta postagem com suas sugestões. É sempre muito interessante enxergar outras formas de aplicação de determinada proposta ou os muitos pontos de vista de nossas leituras e reflexões.
Esperamos ansiosos sua colaboração!

Pesquisa Ideia Criativa mais de 20.000 sugestões

Esta é a forma mais fácil de encontrar o que você procura neste site.
Basta digitar a palavra e pesquisar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...