terça-feira, 23 de julho de 2013

7 pontos uteis sobre Dislexia que você precisa saber.

7 pontos uteis sobre Dislexia que você precisa saber.
Eu tenho Dislexia Severa.

  1. O que é dislexia?

A Associação Internacional sobre dislexia define dislexia como uma falha neurológica, muitas vezes familiar, perturbação que interfere com a aquisição e processamento da linguagem. Variando em graus de severidade, manifesta-se por dificuldades na linguagem receptiva e expressiva, incluindo o processamento fonológico, na leitura, escrita, ortografia, caligrafia, e às vezes em aritmética. A dislexia é um transtorno para toda vida, no entanto, muitas crianças com dislexia respondem muito bem a intervenção precoce e estratégias de ensino e modificações apropriadas na sala de aula. Tenha em mente que, assim como não há duas pessoas iguais, não existem duas pessoas com igual grau de dislexia. A dislexia pode ser leve ou grave e abrangem uma ou mais das áreas acima de aprendizado. A dislexia também pode ocorrer com outros diagnósticos, como a sensibilidade à luz (dificuldade para trabalhar em luz fluorescente ou ler impressão em certos papéis coloridos, etc.)
A dislexia pode coexistir ou mesmo confundir-se com características de vários outros fatores de dificuldade de aprendizagem, tais como o déficit de atenção/hiperatividade, dispraxia, discalculia, e/ou disgrafia. Contudo a dislexia e as desordens do déficit de atenção e hiperatividade não estão correlacionadas com problemas de desenvolvimento.
A Dislexia foi dividida em 6 diagnósticos de Desordem de aprendizado distintos e mais específicos:
  • Desordem na leitura de palavras;
  • Desordem na fluência de leitura;
  • Desordem na compreensão da leitura;
  • Desordem na expressão escrita;
  • Desordem no cálculo matemática;
  • Desordem na resolução de problema de matemática.

2.    Como saber se meu filho sofre de dislexia?

Geralmente a dislexia se torna mais evidente no ensino fundamental, quando as crianças começam a aprender a ler e escrever, no entanto, existem alguns sinais que podem ser reconhecidos logo, ainda nos anos pré-escolares. É muito importante saber se a criança não tem alguma deficiência ou redução de capacidade física na visão, audição, de saúde ou emocionais que possam interferir com o aprendizado antes de concluir que ele ou ela é disléxica.  Além disso, quando se tratar de criança mais velha e crianças em idade pré-escolar, tenha em mente que todas as crianças se desenvolvem em ritmos diferentes e você deve dar tempo para algumas habilidades se desenvolverem.
Também é importante observar se alguém na família da criança foi diagnosticado com dislexia ou teve uma história de leitura, escrita ou escrevia dificuldades porque dislexia tende a se perpetuar nas famílias.

3.    Quais são os sinais de dislexia na pré-escola / jardim de infância?

  • Histórico de fala tardia (depois de dois anos de idade)
  •  Histórico da gagueira
  •  Histórico de infecções de ouvido
  • Dificuldade com preposições ou direções, como confundir direções e ângulos, para baixo, para trás, em cima, embaixo, ao lado, dentro e fora.
  • Dificuldade sequenciamento histórico usando história com cartões de fotos (Ou seja, estabelecer uma sequencia de fatos, como o que aconteceu no começo da historia, o que aconteceu no meio, o que aconteceu no final), sequências de cores, como amarrar os cordões em uma sequência.
  • A média de atenção curta para idade
  • Falta de jeito com tarefas motoras como correr, saltar, escalar, pegar, jogar ou chutar uma bola.
  • Misturar palavras familiares ou letras em palavras, como dizer "aminal" para "animal".
  •  Mostrar pouco interesse em aprender letras ou palavras.
  • Dificuldade para memorizar Músicas ou peças de jogos
  • Dificuldade de aprendizagem com palavras que rimam, como "pato" e "gato".
  • Problemas com as habilidades de cuidar-se, como aprender a amarrar os sapatos ou de vestir-se.

4.    Sinais de dislexia no Fundamental 1?

  • Inverter as letras e / ou números quando se escreve.
  • Cortar letra de palavras ou cortar palavras de sentenças.
  • Colocar palavras na ordem errada em frases. Ex. “ir quero”.
  • Deficiência articulação da fala (continuando depois do 4º ano).
  • Dificuldade na leitura e escrita.
  • Dificuldade para citar novas palavras
  • Aparenta muito cansaço após leitura, escrita ou tarefas.
  • Problemas na aprendizagem da escrita cursiva
  • Não estabelece o domínio da mão até 8 anos de idade ou mais.
  • Problemas para distinguir a esquerda da direita
  • Dificuldade com cálculos simples de matemática
  • Completa o trabalho escrito mais lentamente ou de forma imprecisa em relação a seus pares.
  • Gosta de ser lido, mas não gosto de ler.
  • Dificuldade em aprender a contar o tempo em um relógio.
  • Problemas de interpretação visual e de processamento auditivo

5.    O que fazer se meu filho sofre de Dislexia?

Se seu filho tem três ou mais dos sintomas acima pergunte ao professor se ele tem algum teste para dislexia, ou se ele já testou seu filho. A intervenção na dislexia tem sido feita principalmente por meio de dois métodos de alfabetização, o multissensorial e o fônico. Enquanto o método multissensorial é mais indicado para crianças mais velhas, que já possuem histórico de fracasso escolar, o método fônico é indicado para crianças mais jovens e preferencialmente deve ser introduzido logo no início da alfabetização.
Apesar de não existir cura para a dislexia, a Ciência já sabe indicar o que deve ser feito para conduzir a criança com esse tipo de problema às atividades normais. Especialistas garantem que o cérebro tem enorme capacidade de se reorganizar e dar “cobertura” a essa deficiência. Para os pais, o importante é estar ciente de que ela pode ser inteligente de outras maneiras, mesmo sem ler e escrever bem. Recomenda-se acompanhamento de fonoaudiólogo e psicopedagogos em alguns casos.

6.    Como posso ajudar meu filho com dislexia?

Pré-Escolar / Jardim de Infância.
  • Cantar músicas e jogos que envolvam rimas.
  • Contar histórias simples e pedir à criança para recontar a história de volta para você.
  • Jogue jogos envolvendo preposições, pedindo o seu filho a esconder debaixo da mesa, ao lado da lâmpada, no sofá, atrás da cadeira, etc
  • Trabalhar com habilidades motoras, como jogar uma bola para uma pessoa, pegar uma bola, chutando uma bola, jogando uma bola em uma cesta, pulando, completando uma pista de obstáculos.
  • Jogar jogos de memória,
3-6 Anos
  • esconder objetos e procurar os que faltam.
  • Criar padrões, pedindo o seu filho para duplicar o mesmo padrão que você fez usando as mesmas formas e / ou cores.
  • Use cartões de memória flash de imagens que envolvem palavras correspondentes, sequenciamento histórico ou encontrar coisas em pares que se completam.
Crianças no Ensino Fundamental  1
  • Leia para seu filho ou deixe-os ouvir livros em fita para tirar a pressão da leitura.
  • Ajude-o com as habilidades organizacionais, tais como pastas escolares de codificação de cores, estabelecendo rotinas diárias para o banho, vestir-se e se aprontar para a escola.
  • Mantenha contato com os professores do seu filho para dicas sobre como ajudar nos trabalhos de casa e as modificações que possam ser feitas em sala de aula para ajudar seu filho melhorar ortografia / habilidades de leitura etc.
  • Evite criticar e use o elogio, tanto quanto possível para incutir confiança e aumentar a auto-estima,
  • Prepare um, distração em um lugar tranquilo e livre, para complementar as habilidades de casa e praticá-las
  • Use um computador em casa e na escola para ajudar com a escrita / ortografia.
  • Use uma abordagem multi-sensorial para aprender letras e palavras ... Por exemplo, dizer a palavra, para que ele possa ouvi-lo, tê-lo repetir a palavra para que ele possa ouvir e soletrar a palavra usando as letras concretas, tais como ímãs de geladeira para que ele possa também ver e tocar as letras da palavra. Usar uma imagem da palavra para que ele também pode vê-lo em um formato diferente do que apenas a ortografia. Por exemplo, uma imagem de um cachorro, um cachorro de pelúcia em cima da mesa, o cachorro palavra soletrada com ímãs, um cão real na sala, etc.

Muitas pessoas famosas são disléxicos, incluindo Tom Cruise, Cher, Whoopi Goldberg, Orlando Bloom, Jay Leno e Robin Williams. Muitas pessoas com dislexia são indivíduos superdotados e talentosos!

7.    Sites uteis para estudos sobre dislexia.

·         Abaixo estão alguns links úteis que foram usados ​​para coletar informações para o artigo acima. Estes sites oferecem informações adicionais detalhadas sobre a dislexia e muitas estratégias de ensino úteis para crianças e adultos com dislexia. 
Sugestões de artigos Escolares.
  1. 62 livros da Coleção Educadores para baixar grátis.
  2. 7 Ideias de Atividades interessantes para Copa do Mundo
  3. 7 Jogos para trabalhar letras do alfabeto com Alfabeto Corujinhas



16 comentários:

  1. Post muito útil.Obrigada Gi por enriquecer nosso trabalho e ampliar nossos conhecimentos.

    ResponderExcluir
  2. Muito importante esse post.Precisamos estar cada dia mais atentos à essas informações para poder ajudar os nossos alunos que possuem dislexia.

    ResponderExcluir
  3. GOSTEI MUITO DO ARTIGO SOBRE DISLEXIA, POR ISSO SOU FÃ DO BLOG QUE ALÉM DE NOS AJUDA COM ATIVIDADES PARA SALA DE AULA, NOS INFORMA PARA NOSSA FORMAÇÃO PROFISSIONAL.
    PARABÉNS.

    ResponderExcluir
  4. otima pesquisa gi,sempre acrescentando nosso saber que nunca é demais,amei saber um pouco mais sobre essa necessidade de cada criança bjinho

    ResponderExcluir
  5. muito obrigado por compartilhar este conteúdo , pra mim é muito valioso ,eu preciso conhecer todas essas dificuldades para meu aprendizado....

    ResponderExcluir
  6. Muito interessante este texto, aprendo muito com vocês...

    ResponderExcluir
  7. Adorei esse artigo sobre Dislexia,muito útil para verificar se os alunos com dificuldades se encaixam nessas características e assim poder ajudá-los.

    ResponderExcluir
  8. Muito bom este texto,gostaria de saber como faço o teste para saber se meu aluno é ou não dislexico afinal ele apresenta muitos sintomas citados acima,ele esta no 4º ano fundamental e a dificuldade é enorme .

    ResponderExcluir
  9. Já salvei para estudar melhor, mesmo identificando estas características na criança, na fase da pré-escola, não podemos fazer o diagnóstico. Obrigada!

    ResponderExcluir
  10. Ótimo obter conhecimento para aplicar em sala de aula e ajudar nossos alunos !Tudo é possível quando buscamos, conhecemos e ajudamos!!!

    ResponderExcluir
  11. É ótimo para nós professores termos um pouco de conhecimento sobre este assunto tão importante que é a dislexia, deixando claro que não podemos diagnosticar, dar laudos ou relatórios...

    ResponderExcluir
  12. Excelente artigo sobre dislexia, esse eu irei imprimir para compartilhar com as colegas da escola onde eu trabalho, são informações úteis que nos ajudarão a trabalhar com a criança que tem essa dificuldade.

    ResponderExcluir
  13. Ótimo texto muito bem explicado em uma linguagem simples e de fácil entendimento.Sempre tive dificuldades em entender alguns pontos sobr este tema vou imprimir para reler. Obrigada.

    ResponderExcluir
  14. A uns 25 anos atrás achavam que as crianças que tinham este problema eram burras ou preguiçosas para aprender. De uns tempos para cá é que já se sabe que não é bem assim e que tem como contornar esta situação. !

    ResponderExcluir

Complemente esta postagem com suas sugestões. É sempre muito interessante enxergar outras formas de aplicação de determinada proposta ou os muitos pontos de vista de nossas leituras e reflexões.
Esperamos ansiosos sua colaboração!

Pesquisa Ideia Criativa mais de 20.000 sugestões

Esta é a forma mais fácil de encontrar o que você procura neste site.
Basta digitar a palavra e pesquisar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...