domingo, 1 de fevereiro de 2015

As Tranças de Bintou Síntese reflexiva e propostas de trabalho integrado


SÍNTESE REFLEXIVA  AS TRANÇAS DE BINTOU
Uma proposta de trabalho integrado
Girlaine Carvalho Barbosa
Introdução:

A presente síntese foi elaborada como proposta de trabalho individual do 5° semestre do curso de Pedagogia da Unopar e teve por objetivo fazer uma reflexão entre o texto científico “Uma abordagem integrada do conhecimento” e o livro “As tranças de Bintou” de Sylviane Anna Diouf. Procuramos através dela propor atividades a serem realizadas em sala de aula dentro dos eixos disciplinares da Educação Infantil.
O trabalho é de suma importância para a compreensão da necessidade de um trabalho realizado de forma integrada para o melhor desenvolvimento das habilidades mentais da criança.

Síntese reflexiva

O livro As Tranças de Bintou é recheado de temáticas a serem exploradas. É um livro que trata de questões culturais, familiares, emocionais, infantis, ritualísticas, etc... Dentro de tantas propostas torna-se possível desenvolver um trabalho integrado entre as experiências científicas e as áreas do currículo, possibilitando assim o aumento do desempenho mental na criança, conforme nos é apresentado no texto científico “Uma abordagem integrada do conhecimento”. É possível deste modo atrelar os fatos da história à diversas temáticas e áreas do currículo possibilitando à criança uma maior compreensão não apenas do texto, mas da sua própria realidade.
Bintou é uma menina que vive na África, ela tem pai, mãe, e irmãos. Bintou quer ter tranças bonitas como as de sua irmã, mas isto não é possível, pois culturalmente ela precisaria ter 16 anos para consegui-las. Dentro desta temática é possível trabalhar aspectos familiares de cada aluno possibilitando assim que encontrem vias de aprendizagem mais significativas e emocionalmente satisfatórias uma vez que será “feito” um elo de aprendizagem, funcionando na realidade de seu mundo.
Abaixo descreveremos cada uma das atividades a serem propostas neste trabalho:

Matemática

De acordo com o texto científico as atividades matemáticas são parte integrante de toda ciência, uma vez que oferecem vias de quantificação e registro das observações. Com auxílio do texto As Tranças de Bintou é possível desenvolver atividades de contagem e registro, como por exemplo, pedir que as crianças contem os birotes nos cabelos de Bintou, observem e registrem a quantidade, bem como levá-los a contar as tranças em uma boneca que representaria Bintou quando adolescente ou contar o número de pássaros que a avó de Bintou colocou como enfeite em seus birotes.

Música:

A música, que de acordo com o texto científico contribui para o fortalecimento da compreensão científica da criança; pode ser trabalhado em sala de aula com a utilização de instrumentos da cultura africana. O ritmo, a melodia, e as letras podem ser inventados na criação de paródias com as populares cantigas de roda recriadas em forma de quadrinhas para que as crianças possam assimilar melhor o conteúdo do texto.
Deixar que as crianças façam suas próprias rimas pode ainda favorecer o processo de criação de cada uma delas, e propiciar momentos de cantar e dançar com as quadrinhas inventadas pela própria turma poderá auxiliar fortemente no desenvolvimento espaço temporal que, de acordo com o texto é uma base para as ciências matemáticas.

Literatura

Já dentro do aspecto literário o professor poderá trabalhar com a leitura de imagem ou produção textual deixando que cada criança escreva um final para a história ou que imaginem como Bintou ficou bonita com suas belas tranças aos 16 anos e que façam poemas sobre o livro, as personagens, etc... Poderá ainda criar uma caixa de desejos onde cada criança irá registrar o seu sonho e contar relatar para a turma trabalhando assim sua oralidade.

Artes

Para desenvolvimento das expressões intuitivas e criativas das ideias infantis é possível propor uma dramatização do conto, deixar que as crianças livremente recriem as cenas, ou ainda façam uma releitura de imagem aproveitando as ideias do ilustrador e recriando os personagens.
É possível ainda dentro das dramatizações encenar a festa de batizado do irmão de Bintou e montar uma mesa com diversos tipos de alimentos para reforçar a retenção de conceitos através das experiências com o olfato e paladar.
Por fim seria de grande auxílio levar as crianças para uma aula de campo a fim de fazer observação dos pássaros, suas cores, seu canto, sua beleza e fazer assim uma ligação com o conto, explorando em roda de conversa quais pássaros Bintou gostara de ter enfeitado seus birotes, de quais cores, e quais tamanhos , etc... E, uma vez mais promover a conexão entre os conhecimentos prévios das crianças e suas novas experiências favorecendo assim a integração do conhecimento e possibilitando uma aprendizagem mais significativa para o aluno.

As propostas de atividades podem ser lidas nos links abaixo:
Considerações finais:

Procuramos através desta síntese reflexiva e das propostas de atividades proporcionar um trabalho integrado entre o currículo e os eixos da Educação Infantil, a fim de auxiliar a criança no processo de construção de vias neurológicas mais sofisticadas em seus cérebros a fim de promover uma maior retenção de conceitos que de acordo com o texto científico “UMA ABORDAGEM INTEGRADA DA APRENDIZAGEM” a auxiliará no aumento de seu desempenho mental.
As atividades propostas procuram estar pautadas em uma ou mais formas de inteligência identificadas por Gardner e relacionadas no texto científico proposto, contudo utilizando como referência o texto literário As tranças de Bintou o que por sua riqueza foi de grande ajuda para a elaboração desta síntese.

REFERÊNCIAS

ANDRADE, Fábio Goulart de; BATTINI, Okçana; ZÔMPERO, Andréia de Freitas. Ensino da natureza e sociedade. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.
ARAMAN, Eliana Maria de Oliveira. Ensino da matemática na educação infantil . São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.
DIOUF, Silviane A, As tranças de Bintoun. São Paulo: Cosacnaify, 2005.
FRANCO, Raquel Rodrigues. Ensino e alfabetização . São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.
HARLAN, J.D; RIVKIN,S. M. Ciências na Educação Infantil. Porto Alegre: Artmed, 2000
MONTAGNINI, Rosely Cardoso; CAVA, Laura Célia Carbal; ANDRADE, Klésia Garcia. Ensino das artes e da música. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2009.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Complemente esta postagem com suas sugestões. É sempre muito interessante enxergar outras formas de aplicação de determinada proposta ou os muitos pontos de vista de nossas leituras e reflexões.
Esperamos ansiosos sua colaboração!

Pesquisa Ideia Criativa mais de 20.000 sugestões

Esta é a forma mais fácil de encontrar o que você procura neste site.
Basta digitar a palavra e pesquisar!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...