Este é um assunto delicado que aflige boa parte dos colegas de profissão. Seja por conta de não saber lidar com a situação ou das inúmeras reclamações dos pais de crianças mordidas.
Antes de mais nada é necessário coletar junto aos pais informações a cerca de seus filhos como:

* A criança costuma morder?Qual qual frequência?
* A criança acabou de ganhar um irmãozinho?
* Os pais brincam de morder a criança e fazem festa com o comportamento?

Como lidar com as mordidas em sala de aula?
Com posse das respostas caberá ao professor estar atento aos alunos que de acordo com os pais use mais as mordidas como forma de expressão, já que até os 2 ou 3 anos de idade esta é uma das maneiras utilizadas  pela criança, uma vez que ainda não domina a linguagem.

O segundo passo é estudar sobre o assunto para na próxima reunião orientar os pais sobre a forma de agir com a criança que morde e também explicar aos pais da criança mordida o motivo pelo qual o bebê se expressa desta forma.
Terceiro passo é criar metodologias que possam ajudá-los a lidar com o problema. Para isso,veja artigo muito interessante sobre os motivos que levam a  criança a morder,  no Guia prático Educação infantil AQUI. No mesmo artigo você também encontra estratégias a serem utilizadas e propostas de atividades